terça-feira, janeiro 31, 2006

AMAR A VIDA

Há muita diferença grande entre temer a morte e amar a vida. Temer a morte deixa-nos em dívida com a vida. Torna-nos minúsculos. Compenenetrados dos nossos papéis. Falsos e complicados. (...) Temer a morte deixa-nos levar pelas marés de todos os dias. Amar a vida desafia para as aproveitarmos nas rotas onde nos queremos ao leme.
Eduardo Sá

quarta-feira, janeiro 25, 2006

nem tanto ao mar, nem tanto à terra


Severine is a beautiful young woman married to a doctor. She loves her husband dearly, but cannot bring herself to be physically intimate with him. She indulges instead in vivid, kinky, erotic fantasies to entertain her sexual desires. Eventually she becomes a prostitute, working in a brothel in the afternoons while remaining chaste in her marriage.

Para atenuar M.P e a imagem masculina, aconselha-se a rever o excelente filme " Belle de Jour"-Luis Buñuel.

terça-feira, janeiro 24, 2006

UM HOMEM PENSA E UMA MULHER SENTE!

Não, não é um típico Woody Allen, mas não deixa de ser um Woody Allen à séria a retratar a pseudo complexidade do ser humano. O que é curioso é que WA costuma retratar mais as fragilidades afectivas masculinas, mas desta vez carregou (também) bem nas fragilidades femininas. Enquanto mulher não vim muito animada do filme, não. Não que tivesse sido uma surpresa para mim todo o desenrolar da acção, mas confesso que confirmar desta forma aquilo que já é sabido há séculos e que nós mulheres nos contorcemos para justificar e alterar, não é animador. É um verdadeiro mestre no género humano este Woody Allen e ainda por cima faz bom cinema!

match point


Não é um típico Woody Allen. Mas, "ele" está lá. Um certo cinismo na visão das relações, ainda que doce.
Uma situação quase típica e vulgar, mas que não se torna porque é um Mestre que a descreve. Tal como no Aurora.
Repleta de simbolos. Quase de esteriotipos. Mas, tão subtis, que se tornam brilhantes.
E, está lá " tudo" sobre o que muito temos falado e discutido: a dificuldade do homem na quebra de estruturas ( boas ou más, são estruturas). O Amor , entre homem e mulher, existe???
A paixão....ah, a paixão! ali, retratada: a sensualidade, o desejo, a ancestral " caça" do macho à femea, até à posse e saciedade dos sentidos. O desinteresse após a posse e o domínio.
A realização e fotografia, espectacular.
Gostei, mas gostei mesmo.

segunda-feira, janeiro 23, 2006

deusas

deusas


Match Point - ultimo filme de Woody Allen. A não perder .
Proponho como tema para o próximo encontro das Deusas . E mais não digo. As opiniões serão dispares como as faces de um poliedro
castanha

sábado, janeiro 21, 2006

quinta-feira, janeiro 19, 2006

Arte e Limpeza......

" EMPRESA DE LIMPEZA QUE DESTRUIU ESCULTURA CHEGOU A ACORDO COM O ARTISTA"

" o incidente ocorreu há cerca de um ano quando o CAE recebeu a exposição de arte contemporanea intitulada Eu,tu,eles....A obra de Durham, que integrava a exposição, era constituida po um lavatório com um dos cantos partidos e com fragmentos espalhados pelo chão da sala de exposições.
De acordo com o inquérito, os fragmentos terão sido varridos pelaa funcionária da FigueiraLimpe e posteriormenta deitados para o lixo"
´
in Público-19/01/2005

quarta-feira, janeiro 18, 2006

eh lá!.....

Esta é uma foto de uma deusa - em estado anónimo ,naturalmente - que é um must no golf!
Dizem que chegou, viu e venceu.

Quem será?

terça-feira, janeiro 17, 2006

Olá às deusas da deusa da luz!

Conheci hoje o nosso blog e como não tenho acesso aos computas não vale a pena criar uma nova personagem para mim! Aqui vão as minhas palavras através da Inês:

Achei o blog lindo! É uma forma muito bonita de partilharmos as coisas.... Tenho saudades dos nossos encontros e lembro-me muito de todas vós.

Acabei de passar por um caminho bastante turbulento, mas finalmente fez-se luz! Continuo na minha estrada, agora muito mais leve e luminosa. Sinto que a grande contribuição para esta luz é a minha percepção mais clara do Universo...

Um banho de pétalas para todas vós!
A Deusa da Luz

sexta-feira, janeiro 13, 2006

NÃO SE ESQUEÇA DE SER FELIZ!

Morre lentamente
quem não viaja,
quem não lê,
quem não ouve música,
quem não encontra graça em si mesmo.
Morre lentamente
quem destrói seu amor próprio,
quem não se deixa ajudar.
Morre lentamente
quem se transforma em escravo do hábito
repetindo todos os dias os mesmos trajectos,
quem não muda de marca,
não se arrisca a vestir uma nova cor
ou não conversa com quem não conhece.
Morre lentamente
quem evita uma paixão e seu redemoinho de emoções,
justamente as que resgatam o brilho dos olhos
e os corações aos tropeços.
Morre lentamente
quem não vira a mesa quando está infeliz com
o seu trabalho, ou amor,
quem não arrisca o certo pelo incerto
para ir atrás de um sonho
quem não se permite, pelo menos uma vez na vida,
fugir dos conselhos sensatos...
Viva hoje !
Arrisque hoje !
Faça hoje !
Não se deixe morrer lentamente !
NÃO SE ESQUEÇA DE SER FELIZ !
Pablo Neruda

deusas......está Lua Cheia

No Xamanismo, a Lua Cheia é fertilidade, poder, sensualidade, representando o sentimento feminino, mostrando como lidar com as emoções e trazendo lembranças sobre vidas passadas. É uma das energias preferidas para a realização de cultos mágicos e podem proporcionar sonhos muito importantes. Os xamânicos sempre oferecem rituais à Lua Cheia.
Para a Wicca, a melhor maneira de fazer contacto com a Deusa é através das fases da lua. Celebrações em forma de caminhada, ceia com amigos ou meditação à luz do luar. Acender uma vela é sempre muito importante em cada fase da lua. A Lua Cheia, com sua forma oval, sugere fecundidade, sendo considerada "A Deusa Mãe". Para invocá-la, deve-se acender uma vela vermelha e contemplar todos os aspectos que a Deusa pode despertar em nosso interior, abrindo caminho para a chegada de poderes nunca antes imaginados.

terça-feira, janeiro 10, 2006

sexta-feira, janeiro 06, 2006

Para mim o que representa : " que seja"

Um dia, uma Deusa, fez-me compreender que na nossa imensa pequenez, desconhecemos os designios e forças do Universo.
E, que o que o nosso ego e mente, muitas vezes," querem" que a nossa vida seja de uma forma ( ou desenrolar), que em linguagem simples, está desajustada em relação ao equilibrio Universal. Só num estado intuicional se poderia apreender essa verdade.
Não foi Airam?
Mais tarde, alguem, mais prosaico, explicou-me que o que " nós queremos" em relação ao que a " nossa vida seja ", muitas vezes está desajustado ao nosso " eu" mais profundo ( despejado de medos e comportamentos erradamente construidos).

Para mim " que seja" é a capacidade de nos distanciarmos dos acontecimentos " que nos fazem sofrer". Analisá-los de uma maneira distanciada ( como refere Airam em livro não publicado), para poder aceitá-los, de forma a aprender e evoluir como seres humanos.

Não é resignação, não é um meio de não sofrer. É um meio de compreender para poder evoluir.

Ex: Louis Braille. Só ao aceitar que era invisual, pôde evoluir no sentido de criar uma forma de poder "vêr" como os outros, aprender e evoluir. Mas, não só. Para poder, através dele, dar acesso ao conhecimento a outos invisuais.

Eu vou ver e depois conto

Como foi afinal, Maria? É assim tão bom quanto dizem?
Bem vinda , sejas !

Sendo irmã da Alma da Maria és concerteza nossa também!
Gostaria de falar um pouco da expressão - Que seja!
Ocorreu-me esta expressão numa altura da minha vida em que o dito control que todo o ser humano gosta de sentir sobre os factos da sua vida , falhou .Eu percebi claramente que a determinados níveis do decorrer da nossa vida, nada há a fazer.....simplesmente aguardar, porque a vida sábia nos trará as respostas. Numa 1ª leitura a expressão pode levar-nos a pensar em resignação ...mas se pensarmos com mais profundidade percebemos que várias exigências nos são feitas para concluirmos do fundo da Alma que seja! Falo de aceitação, quer das nossas circunstâncias, quer das limitações do ser humano na apreensão da realidade, quer ainda da capacidade de acreditarmos que algo maior segue uma ordem,(ou não!) que nos escapa.
Como seres humanos reivindicamos o poder sobre a nossa vida, baseados naturalmente nas nossas construções mentais, o que é legítimo , no entanto a maior parte das vezes perdemo-nos nesse poder, não abrindo espaço para o devir e para o milagre de cada dia.
Como comentário final : A figura de Maria, biblica, foi a minha inspiração -"Seja feita a sua vontade "- Embora não ortodoxa sou uma crente heterodoxa .

Airam

quinta-feira, janeiro 05, 2006

Uma lição de Vida

Olá queridas Deusas

Regressei, a Maria deu-me de novo vida!

Alguém viu ontem na RTP1 o filme "às terças com Morrie"? Começou pelas 24h30 e acabou já passava das 2h (como sempre os filmes bons só passam a esta hora). Não vi desde o inicio pelo que assim que puder vou alugar o filme no club de video. O tema abordado é o sentido da vida, e os diálogos são fantásticos! A não perder.

Beijos e abraços para todas
Inês

quarta-feira, janeiro 04, 2006

minha irmã de alma

Apresento-vos, ó deusas, a minha irmã de alma, e também vossa!

Esreveu o comentário, ao post " vou ver e depois, conto" que abaixo "posto".
Alguem quer responder?

"Será que alguém que não é Deusa pode «entrar»? Não sei se contribuirá para a animação,mas peço licença...Encantou-me esse lema «que seja!». Acho uma excelente forma de estar na VIDA, e por ele Vos felicito.Uma curiosidade: para ver Frida Kahlo onde foi a deusa? Fiquei com curiosidade,pois a pintora (mulher) e a sua pintura interessam-me. Será a atracção pelo que é diferente que me chama a este Blog?!...Iemnjá "

Ginástica para o Cérebro

"Não sei se estas dicas funcionam mesmo contra o bandido alemão, ALZHEIMER, mas não custa fazer os exercícios propostos, o hemisfério direito do cérebro vai agradecer."
Ginástica para o cérebro: Trocar de mão para escovar os dentes é bom para o cérebro. O simples gesto de trocar de mão para escovar os dentes, contrariando a rotina e obrigando à estimulação do cérebro, é uma nova técnica para melhorar a concentração, treinando a criatividade e inteligência e, assim, realizando um exercício de NEURÓBICA.
Uma descoberta dentro da Neurociência, vem revelar que o cérebro mantém a capacidade extraordinária de crescer e mudar o padrão de suas conexões. Os autores desta descoberta, Lawrence Katz e Manning Rubin (2000), revelam que a NEURÓBICA, a "aeróbica dos neurônios", é uma nova forma de exercício cerebral projetada para manter o cérebro ágil e saudável, criando novos e diferentes padrões de atividades dos neurônios em seu cérebro. Cerca de 80% do nosso dia-a-dia é ocupado por rotinas que, apesar de terem a vantagem de reduzir o esforço intelectual, escondem um efeito perverso: limitam o cérebro. Para contrariar essa tendência, é necessário praticar exercícios "cerebrais" que fazem as pessoas pensarem somente no que estão fazendo, concentrando-se na tarefa. O desafio da NEURÓBICA é fazer tudo aquilo que contraria as rotinas, obrigando o cérebro a um trabalho adicional. Tente fazer um teste:- use o relógio de pulso no braço direito; - escove os dentes com a mão contrária da de costume; - ande pela casa de trás para frente; - vista-se de olhos fechados; - estimule o paladar, coma coisas diferentes; - veja fotos de cabeça para baixo; - veja as horas num espelho; - faça um novo caminho para ir ao trabalho; A proposta é mudar o comportamento rotineiro. Tente, invente, faça alguma coisa diferente e estimule o seu cérebro. Vale a pena tentar!

Regala tus palabras

http://www.es.amnesty.org/regalatuspalabras/

Louis Braille - aniversário- 4 de Janeiro

Todos já ouviram falar do processo Braille. Mas pouca gente sabe porque o sistema é chamado Braille. O alfabeto Braille foi inventado em 1837 pelo educador francês Louis Braille. Louis Braille nasceu em 4 de janeiro de 1809, na pequena cidade de Coupvray perto de Paris. Sua mãe, Monique Baron, foi uma jovem simples de fazenda que veio a Coupvray para casar com seu pai em 1792. Seu pai, Simon René Braille, então, aos quarenta e quatro anos de idade, era um conceituado celeiro na região e mantinha a esposa e os quatro filhos: Catherrine Joséphine, Louis Simon, Maria Célina e Louis, com o fruto de seu trabalho na pequena loja de artefatos de couro que possuía. Ele costumava dizer com orgulho que o filho caçula seria o arrimo de sua velhice.

E, este homem. definitivamante disse e pensou " que seja".
Para saber mais, entre, outros, www.sac.org.br

terça-feira, janeiro 03, 2006

ouvi dizer

Ouvi dizer que uma deusa foi ver " quadros desta senhora".

Que será o que ela viu? e o que sentiu?

MISTÉRIO

eu vou ver e depois ,conto

Eu, deusa e mais uma deusa e uma deusita, vamos vêr este filme e depois partilhamos, o que vimos.

Este Blog está muito tristinho, nem lhe liga. Acho que está a precisar de energia....